Vectorworks é forte colaborador na evolução da Impressão 3D em arquitetura.

Method Profissional

A Makerbot entra na impressão 3D industrial com uma máquina mais rápida e mais precisa a um preço mais acessível

Somos criaturas visuais e táteis, querendo tocar as coisas para afirmar o que nossos olhos estão testemunhando. Também gostamos de ver as coisas como entidades físicas, a despeito do brilho inegável das viagens virtuais e da realidade aumentada, das proezas arquitetônicas. Daí a prática contínua de construir modelos em escala para promover um conceito arquitetônico.

As habilidades dos construtores de modelos estão sendo testadas, no entanto, pela complexidade dos projetos mais recentes, incorporando superfícies de forma livre e “facia tesselada” [que eu não soube traduzir] (graças às ferramentas mais recentes em softwares como Vectorworks e ARCHICAD da Graphisoft). Formas, superfícies e texturas seriam impossíveis de criar em materiais tradicionais – daí o uso crescente de impressoras 3D para produzir os componentes individuais de um modelo.

Felizmente, em sintonia com as demais tecnologias, o preço por nível de desempenho está diminuindo e o que era inviável economicamente há alguns anos, agora está ficando dentro do orçamento das práticas aspirantes. Em suma, as máquinas mais recentes imprimem componentes maiores, mais rápidos e mais baratos.

MAKERBOT METHOD

Esse é o caso da Makerbot Method, a mais recente linha de impressoras 3D, anteriormente voltadas para o segmento amador, educacional e mais informal do mercado, que agora se volta para o topo do mercado, com esse equipamento profissional.

Agora parte da Stratasys, líderes mundiais em impressão 3D, a Method utiliza as tecnologias inovadoras da empresa em uma nova máquina desenvolvida a partir do zero e que agora incorpora tecnologia avançada como uma câmara de construção aquecida, suportes de precisão solúveis em água e baias de material seladas.

A imersão total de calor ativo na câmara aquecida circulante durante toda a duração do processo de impressão permite que a Method controle a temperatura e a qualidade de cada camada – não apenas a primeira, permitindo efetivamente que as placas de construção aquecidas reduzam a deformação,

Isso é complementado pela liberdade geométrica irrestrita fornecida pelo sistema de suporte Solúvel em Água PVA MakerBot, que pode lidar com grandes saliências e cavidades e ainda garante a remoção rápida e sem esforço do suporte, tudo isso sem comprometer o design da peça ou a precisão dimensional.

As baias de material seladas formam uma vedação quase perfeita para manter o material livre de umidade prejudicial com 21 sensores embutidos, permitindo que o material seja armazenado em seu ambiente ideal – um recurso que anteriormente estava disponível apenas em impressoras 3D industriais.

DESEMPENHO DA METHOD

Ela também possui um sistema de extrusora de desempenho duplo que acelera os tempos de impressão dos componentes e fornece melhor precisão dimensional em todas as peças.

Os sensores inteligentes usados para manter a câmara aquecida também são usados para gerenciamento de materiais e proteção de impressão. A confiabilidade do desempenho é aprimorada com um torque maior, numa relação de engrenagem de acionamento duplo 19:1 e um núcleo térmico alongado com menos de 60 segundos de tempo de aquecimento, fornecendo uma fonte de aquecimento mais eficiente.

A Makerbot Method baseada em FDM imprime até duas vezes mais rápido que as impressoras 3D para desktop, mantendo a precisão e a confiabilidade dos componentes, agilizando todo o processo de design, trabalhando num fluxo de impressão uniforme nas camadas e na densidade de preenchimento, no entanto é claro, depende da geometria do objeto. A impressora 3D também tem uma precisão de aproximadamente 0,2 mm, ou aproximadamente 0,002 mm de curso, o que for maior, e o maior tamanho de peça que pode ser produzida é 19 cm x 19 cm x 19,6 cm com uma única extrusora instalada. e 15,2 x 19,0 x 19,6 cm quando duas extrusoras estiverem sendo usadas.

Com a Makerbot Method, você pode garantir os níveis de desempenho da impressora 3D industrial a um custo aproximado?o custo do primeiro ano de propriedade de uma impressora 3D industrial básica.

Na construção de estrutura metálica ultra-rígida, a Method é uma impressora robusta, composta por uma estrutura de metal estruturalmente otimizada que percorre toda a extensão do corpo para compensar a flexão, permitindo impressões mais consistentes, com maior precisão das peças e menos falhas.

FORÇANDO OS LIMITES

A MakerBot continua desenvolvendo e oferecendo materiais mais avançados em suas impressoras 3D e especificamente, na Method – concentrando-se em materiais de precisão para fornecer a mais alta confiabilidade e precisão de peças e materiais especiais para aqueles que desejam ampliar os limites do que é possível.

Entre os materiais de precisão, os mais duros permitem que os usuários imprimam componentes de alta resistência e durabilidade com até duas vezes a resistência ao impacto do ABS. Eles vêm em várias cores: cinza ardósia, ônix, branco e laranja de segurança. Os outros materiais de precisão incluem Precision PLA (Polylactic Acid), um termoplástico biodegradável derivado de recursos renováveis, e PVA, o material de suporte de dissolução de precisão.

O Specialty PETG, um dos polímeros mais utilizados no mercado, possui excelentes propriedades mecânicas, com alta resistência, durabilidade, resistência química e à umidade. Todos os materiais, ele diz, muito distantes dos modelos de papelão antiquados.

Os materiais são fornecidos em sacos de polímero selados a vácuo em “carretéis inteligentes” que retêm informações valiosas incluindo o tipo de material, cor e quantidade restante, que usando RFID, informa o Makerbot Print quando você está ficando sem material – ou avisa se você tem material suficiente na bobina para completar a tarefa atual.

COMPATIBILIDADE

A Method é controlada usando uma tela sensível ao toque de 5 polegadas e pode lidar com 25 tipos diferentes de arquivos CAD, incluindo Makerbot, STL, Solidworks, Inventor, STEP e todos os outros aplicativos CAD convencionais – aqueles que estamos mais interessados são: STL, Step e Catia.

– MAIS DE 220.000 HORAS DE TESTE DE CONFIABILIDADE

Este artigo é uma tradução de: http://www.btc.co.uk/Articles/index.php?mag=Construction&page=compDetails&link=9473&link2=&filt=yes&taglink=&complink=&prolink=&editlink=Technology%20Focus&datelink=&startDate=&endDate=&sort=date&order= DESC & fa = 178 & cat = Construção & i = 1

Gostou desse artigo? Acesse a nossa página no Facebook clicando neste link: https://www.facebook.com/asvectorworks